Poesias de diversos poetas, e de minha autoria.

22. nov, 2016

A mentira,
Muitos usam para se safar,
outros para aproveitar,

A mentira,
É algo que vai além da ingenuidade,
Vai além da saudade,
Até mesmo da amizade

A mentira,
A pior coisa existente,
A maior maldade que acontece com a gente,
A crueldade que arde dentro do peito
É o nosso maior defeito.

Eric Zímerer/"Poeta" Mineiro
10. mai, 2016

A família,
aquela que fazemos parte,
todos nela tem um pouco de nós,
acho que quase a metade.

Na família,
há pessoas que nos conhecem desde o começo,
desde a barriga,
desde o berço.

Com a família,
somos felizes,
há parentes para todos os cantos,
isso, faz tu evoluíres.

Eric Zímerer/"Poeta" Mineiro
10. mai, 2016

"Eu às vezes não entendo!
As pessoas têm um jeito
De falar de todo mundo
Que não deve ser direito.

Aí eu fico pensando
Que isso não está bem.
As pessoas são quem são,
Ou são o que elas têm?

Eu queria que comigo
Fosse tudo diferente.
Se alguém pensasse em mim,
Soubesse que eu sou gente.

Falasse do que eu penso,
Lembrasse do que eu falo,
Pensasse no que eu faço
Soubesse por que me calo!

Porque eu não sou o que visto.
Eu sou do jeito que estou!
Não sou também o que eu tenho.
Eu sou mesmo quem eu sou!"

Pedro Bandeira/Poeta Paulista
6. mai, 2016

"Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E — ó delicioso voo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança…
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA…"

Mário Quintana/Poeta Rio Grandense
6. mai, 2016

"Antes, todos os caminhos iam.
Agora todos os caminhos vêm
A casa é acolhedora, os livros poucos.
E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas"

Mário Quintana/Poeta Rio Grandense